Jeanne Moureau

 

Joana, a Bela e Joaquim, a Fera.

 

Alô? Joaquim?

Acorda, acorda, acorda!

Mata-me de rir. Fala-me de amor!

Vem, moleque me dizer onde é que está!

 

Joaquim responde:

 

Ouve a declaração, oh bela

De um sonhador titã

Um que dá nó em paralela

E almoça rolimã

O homem mais forte do planeta

Tórax de Superman

 

 

Tórax de Superman

E coração de poeta

 

 

Não brilharia a estrela, oh bela

Sem noite por detrás

Tua beleza de gazela

Sob o meu corpo é mais

Uma centelha num graveto

Queima canaviais

 

 

Queima canaviais

Quase que eu fiz um soneto!

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s