Catherine Deneuve

Uma resposta para “Catherine Deneuve

  1. Hoje eu tenho a minha lira
    Tenho paz, não admira
    Que você venha me procurar
    Os meus males são pequenos
    Vivo bem, não é pra menos
    Que você vem me encontrar
    Mas quando eu tanto precisava
    Meu amor, como é que é
    Onde é que você estava?
    Onde é que você estava?

    Pelas tardes, sempre em vão, procurei
    Fiz alarde de paixão que penei
    Pelas ruas tortas
    Que eu percorria
    Vi bater as portas
    Vi morrer os dias
    Pelas noites sem luar, eu errei
    Pelas tantas da manhã, eu cansei
    Não restou mais nada
    Das lembranças minhas
    Nas encruzilhadas
    Nem nas entrelinhas

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s