Não desperdice, não exagere

“(…) Tanto no mundo rico quanto no pobre, uma proporção impressionante – entre 30% e 50% de todo alimento produzido apodrece sem ser consumido. De acordo com Josef Schmidhuber, da FAO, na África o desperdício pós-colheita explica em grande parte por que muitos pequenos agricultores são compradores de alimentos, mesmo produzindo o suficiente para alimentar suas famílias.

Nos países pobres, a maior parte dos alimentos é desperdiçada na fazenda ou nas proximidades. Ratos, camundongos e gafanhotos comem as colheitas nos campos ou nos armazéns. Leite e vegetais estragam durante o transporte. Isso deve ser considerado mais como perda do que desperdício.

Kanayou Nwanze, chefe do Fundo Internacional para Desenvolvimento Agrícola, calcula que essas perdas possam ser reduzidas pela metade. Seria o equivalente a um aumento na produção de 15% a 20% (…).

Os países ricos desperdiçam quase a mesma quantidade de alimento que os pobres, até a metade do que é produzido, mas de formas bastante diferentes. (nos EUA e na Grã-Bretanha) um quarto dos alimentos nos mercados vai direto para a lata de lixo ou é descartado pelas lojas e pelos restaurantes. As saladas ocupam o topo da lista, quase metade das hortaliças é jogada fora. Um terço de todo o pão, um quarto das frutas e um quinto dos vegetais – são todos descartados sem ser consumidos. Nos EUA, esse desperdício somou 43 milhões de toneladas de alimentos em 1997, e na Grã-Bretanha, 4 milhões de toneladas em 2006.

Se todos os países ricos desperdiçarem alimentos nas mesmas taxas que a Grã-Bretanha e os EUA, quase 100 quilos por pessoa por ano, a perda total chegará a 100 milhões de toneladas de alimentos anualmente, o equivalente a um terço de toda a oferta mundial de carne – uma quantidade surpreendente. Se o desperdício do Ocidente puder se reduzido à metade e o alimento for distribuído para aqueles que precisam, o problema de alimentar 9 bilhões de pessoas desapareceria.

The Economist – 23/03/2011

Suplemento especial da revista Carta Capital nº 638 de 23/03/2011

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s