fractura- Soledade Santos

espera um pouco sei

que é branca a luz que bebo

nas sílabas dos sulcos dos teus olhos

e nem rasgões da boca acesa

podem contra ela

 

pouco me resta a dizer-te mas

espera ouve

a fala exausta prende-se perde-se

nada

maremoto algures

fonte

da respiração de

cantar sons

palavras

 

deixa

vai tenho

a fala presa

à vegetação deste lugar

Soledade Santos

Anúncios

4 Respostas para “fractura- Soledade Santos

  1. Julio Pineiro

    Gosto imenso do que escreve e já há muito tempo. A sua poesia faz-me pensar e saborear. sempre, J. Pinheiro

    Curtir

  2. Belíssima poesia, belíssimo livro da Soledade Santos.Bom poder lê-la também aqui. Boa seleção de poemas.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s