Poema de face nenhuma

hoje já não tenho mais a força bruta

de disputar comigo mesma o arrocho de mim.

vivo de amordaçar o oco

afundir o choro

submergir os gritos

não fazer a conta das contas que fiz.

divulgo que há alimento

no estômago vazio da minh’alma

pra ludibriar o algoz

e pôr cor de validez na face,

umbral do meu fingimento.

hoje não tenho mais a fragilidade vil

de entregar as setas do labirinto que sou,

execrando a possibilidade do esconderijo

em que dissimulo estar quando apareço.

abro de fachada as janelas

mas não descuido de tamponar as frestas,

que abrigam as entradas mais livres

e arejam a minha tristeza absoluta.

troquei as rodas de moinho por engrenagens

forjando metros em milímetro

mentindo um punhado em único grão

para apascentar de vez os pastores de meu rebanho.

embrulhei sorrateiramente a minha sobra

e coloquei um vulto atrás do meu corpo,

domesticando os meus passos

e dos rastros fazendo a orla de minhas margens.

colori a minha dor

e deixei o cinza debaixo da máscara,

improvisada de maquilagens de luz

e perpetrada de brilho falso.

desguardei a carcaça e as cascas

em continentes vastos contrafeitos.

Remanescente do que eu era,

retifiquei sentimentos e silêncios,

e para estrear a fantasia,

fiz de fazer outra em mim.

 

Na insolubilidade,

pr’eu me rescindir de ter que ser

sinceramente de fazer de conta,

fui eu mesma que me desfiz.

– Denise Resende

 

 

 

Anúncios

2 Respostas para “Poema de face nenhuma

  1. Lindo poema: remete à nossa inequívoca fragilidade humana.

    Curtir

    • Dília, obrigada pelas palavras gentis. Este é um poema que transforma matéria-prima dolorida em algum tipo de manisfestação de beleza, a poesia.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s