100 anos de samba-Adoniran e Noel

Noel Rosa e o Bando Tangarás, na que é considerada sua única imagem gravada.

Anúncios

4 Respostas para “100 anos de samba-Adoniran e Noel

  1. Prezado João Rubinato.
    Saudades do senhor. Espero que esteja aí ao lado de Iracema, seu grande amor. Dela, guardo apenas suas meias e um sapato. Iracema: eu perdi o seu retrato.

    Curtir

  2. Senhor editor,
    Exatamente hoje são 30 anos sem Cartola. Antigamente, no morro era assim:
    Alvorada
    ( Cartola / Carlos Cachaça / Hermínio Bello de Carvalho)

    Alvorada lá no morro, que beleza
    Ninguém chora, não há tristeza
    Ninguém sente dissabor
    O sol colorindo é tão lindo, é tão lindo
    E a natureza sorrindo, tingindo, tingindo
    ( a alvorada )
    Você também me lembra a alvorada
    Quando chega iluminando
    Meus caminhos tão sem vida
    E o que me resta é bem pouco
    Ou quase nada, do que ir assim, vagando
    Nesta estrada perdida.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s